O que é ESG e por que ela é importante?

Há muito tempo, os investidores consideram questões de governança ambiental, social e corporativa ao decidir onde colocar o dinheiro. Agora, a ESG está crescendo em importância para funcionários, clientes e a cultura das empresas.

CULTURA | 6 MINUTOS DE LEITURA

A política de ESG (governança ambiental, social e corporativa) começou a aparecer na estratégia de empresas bem-sucedidas na década de 1960. Os investidores começaram a prestar atenção nos atos das empresas de que participavam e a se retirar daquelas cujas atividades consideravam indesejáveis ou irresponsáveis.

Desde a década de 2010 (e agora estimulados pela pandemia global), os investidores têm usado sua influência em uma escala muito maior. Eles estão considerando dados de ESG em áreas como pegada de carbono, diversidade e inclusão e conformidade com diretrizes globais de sustentabilidade ao decidir onde investir. Cada vez mais, as empresas resilientes a impactos futuros e comprometidas com um comportamento responsável estão sendo vistas como as melhores apostas.

Mas não são apenas os investidores que pensam assim. Os funcionários agora se importam muito mais com ESG. A reviravolta causada pela pandemia e o aumento do trabalho híbrido colocaram uma nova ênfase em encontrar um propósito no trabalho, o que está muito relacionado com as questões de ESG. Aproximadamente dois a cada cinco funcionários que responderam a uma pesquisa da Robert Half disseram que buscariam um novo emprego se o empregador não tivesse uma atuação satisfatória em questões de ESG. A ESG é particularmente importante para os mais jovens: 22% dos entrevistados de 18 a 34 anos colocam os valores corporativos acima do salário.

Descomplique o trabalho com o Workplace

O Workplace é capaz de simplificar o trabalho, seja para informar a todos sobre o retorno ao trabalho presencial ou para a adoção de um modelo híbrido.

O que é ESG?

O que é ESG?

A ESG é composta por três elementos:

Meio ambiente

O impacto de uma organização sobre o meio ambiente inclui sua política de redução das emissões de carbono, normalmente medidas segundo o Acordo de Paris da ONU. Os países que assinaram o acordo se comprometem a avançar para alcançar a neutralidade de carbono até 2050. Alinhados com esses compromissos, os líderes empresariais têm uma responsabilidade considerável de reduzir o impacto ambiental das suas organizações.

Outras preocupações ambientais incluem o uso de energia e água, reciclagem e gestão de resíduos, eliminação de plásticos, redução do efeito de materiais perigosos na indústria e atenção a questões de preservação e biodiversidade.

Política social

A forma como uma organização gerencia o relacionamento com seus funcionários, a sociedade e a comunidade mais ampla é cada vez mais importante para investidores e clientes. Além disso, ela está se tornando uma das principais prioridades dos funcionários atuais e futuros.

Mas o trabalho remoto e híbrido mudou a natureza dos desafios. As empresas agora precisam gerenciar o impacto social das suas operações. Isso inclui o bem-estar dos funcionários, a diversidade e a inclusão, tanto dentro quanto fora do espaço de trabalho físico. O trabalho híbrido trouxe muitas vantagens à ESG, como menos poluição proveniente do deslocamento e a quebra de barreiras ao emprego. No entanto, os líderes também precisam ficar atentos às desvantagens. Elas podem incluir a desconexão das comunidades locais e o isolamento dos funcionários.

Governança

As práticas justas de emprego fazem parte da manutenção e da melhoria da boa governança corporativa. Outros aspectos fundamentais são prestar atenção nas cadeias de suprimentos e priorizar os fornecedores e parceiros com fortes valores éticos.

Nove motivos para se concentrar na ESG no local de trabalho

Nove motivos para se concentrar na ESG no local de trabalho

Os benefícios de priorizar a ESG no local de trabalho do futuro podem ser vistos em várias áreas importantes:

1. Trabalhadores mais engajados

Empresas com pontuações de ESG mais altas relatam níveis mais altos de satisfação entre os funcionários. Um estudo da Marsh & McLennan Advantage mostra que as empresas com funcionários muito satisfeitos têm um desempenho de ESG 14% maior. Esses empregadores tendem a ter mais diversidade e emissões de carbono mais baixas. Também têm maior inteligência emocional e se esforçam mais para entender os sentimentos dos funcionários.

2. Maior lucratividade

De acordo com a London School of Economics, firmas com níveis mais altos de satisfação do funcionário têm retornos de 2% a 4% mais altos do que aquelas com satisfação do funcionário mais baixa. Quando o Stern Center for Sustainable Business comparou mil estudos, descobriu uma relação positiva entre ESG e desempenho financeiro em 58% deles.

3. Melhor reputação

Com o maior destaque dado pela mídia a questões ambientais e sociais e a expansão do ativismo online, as empresas que não demonstram suas credenciais de ESG podem enfrentar uma publicidade negativa e danos à reputação. Mas é fundamental que essas credenciais sejam reais. As empresas vistas como "greenwashing" (que fazem alegações falsas ou enganosas sobre sua política ou práticas de ESG) também terão sua imagem pública manchada.

4. Alinhamento com regulamentações

Há uma parte da legislação que fornece base jurídica à ESG. Isso inclui regulamentações sobre igualdade, direitos humanos e antissuborno. O foco proativo na conformidade pode gerar economias em termos de intervenção regulatória, atualização de políticas, monitoramento e processos judiciais caros.

5. Atrair clientes

Cada vez mais, os clientes estão exigindo práticas de ESG melhores das empresas de que compram. As empresas que não as oferecem podem ter dificuldade para atrair clientes. Em uma pesquisa com clientes, 62% dos participantes disseram que aspectos como salários justos para os funcionários, cuidado com o meio ambiente e contribuição para a comunidade são mais importantes para eles agora ao considerar uma compra. Além disso, 52% disseram que são mais propensos a comprar de varejistas que usam cadeias de suprimentos ou fornecedores éticos.

6. Atrair investidores

Uma pesquisa global da McKinsey sugere que 83% dos líderes empresariais e profissionais de investimento acreditam que programas de ESG fornecerão mais valor para os acionistas daqui para frente. Os investidores estão cada vez mais vendo as empresas com estratégia de ESG deficiente como menos resilientes e com maior risco financeiro.

7. Atrair talentos

De acordo com um estudo do New York Times, a maioria dos alunos de MBA aceitaria um salário mais baixo para trabalhar em uma empresa com responsabilidade ambiental. A empresa Robert Half descobriu que 53% das pessoas entrevistadas não trabalhariam para uma empresa que considerassem antiética. Além disso, 95% dos trabalhadores de escritório acreditam que é importante ou essencial que as empresas com as quais seu empregador faz negócios também sejam diversificadas, sustentáveis e transparentes.

Em 2029, as gerações Z e Y serão 72% da força de trabalho do mundo. Esses funcionários do futuro dão maior importância a problemas ambientais e sociais que os antecessores. Eles esperam que os empregadores ajam a respeito do impacto que têm no meio ambiente, abordem problemas sociais e demonstrem compromisso com ações éticas.

As empresas que mais atraem esses estudantes e jovens profissionais fundamentais têm pontuações de ESG 25% mais altas que a média.

8. Manter funcionários valiosos

Uma política de ESG robusta aumenta as chances da organização de atrair os maiores talentos. Também ajuda a mantê-los, possivelmente interrompendo a tendência da Grande Demissão. A satisfação dos funcionários está cada vez mais ligada à ESG. Por sua vez, os funcionários satisfeitos estão vinculados a uma produtividade maior e se mantêm nos cargos por mais tempo.

9. Fornecer um propósito

A pandemia fez muitas pessoas procurarem algo mais significativo no trabalho. Uma estratégia de ESG eficaz pode ajudar a recrutar pessoas com essas metas e expectativas. No entanto, esses funcionários continuarão buscando um senso de envolvimento pessoal com as empresas em que trabalham. Talvez as organizações precisem estimular o bem-estar e oferecer incentivos que vão além de salário e pacotes de benefícios.

Como implementar uma estratégia aprimorada de ESG

Como implementar uma estratégia aprimorada de ESG

Há algumas coisas importantes que uma organização pode fazer para implementar ou aprimorar sua estratégia, não importa onde esteja na sua jornada de ESG.

  • Determinar metas e objetivos claros

  • Avaliar as práticas atuais e envolver os funcionários na análise de elementos específicos e de como eles podem ser estabelecidos ou melhorados

  • Lembrar de incluir também a avaliação de ESG dos parceiros da cadeia de suprimentos

  • Desenvolver uma estrutura de melhoria e monitoramento

  • Analisar e fazer relatórios de progresso regularmente, informando a funcionários e acionistas de todos os níveis

  • Comunicar a estratégia para a comunidade com clareza, interna e externamente

  • Proteger-se do greenwashing: é fundamental que as políticas e promessas sejam reais e alcançáveis

  • Envolver todos os funcionários em iniciativas individuais e coletivas, promovendo o espírito de trabalho em equipe

  • Implementar programas de mentoria e treinamento sobre responsabilidade social e ambiental

  • Pedir sugestões a funcionários novos e antigos. À medida que mais funcionários das gerações Z e Y entrarem na equipe, eles oferecerão novos insights e ideias.

Continue lendo

Vamos manter contato?

Receba as últimas novidades e insights da linha de frente do trabalho.

Ao enviar este formulário, você concorda em receber comunicações eletrônicas do Facebook relacionadas a marketing, incluindo notícias, eventos, atualizações e emails promocionais. Você poderá revogar a sua permissão e cancelar a assinatura desses emails a qualquer momento. Você também afirma que leu e concorda com os Termos de Privacidade do Workplace.

Tópicos relacionados

Saiba como os líderes globais de RH criam a cultura da empresa

Baixar agora
Was this article helpful?
Thanks for your feedback

Tópicos relacionados

Saiba como os líderes globais de RH criam a cultura da empresa

Baixar agora

Publicações recentes

Cultura | 11 minutos de leitura

Cultura do local de trabalho: como criar uma cultura positiva e impulsionar a produtividade

A cultura do local de trabalho é ainda mais importante em um mundo de trabalho híbrido e remoto. Descubra o significado da cultura do local de trabalho e como aprimorá-la.

Cultura | 8 minutos de leitura

O que são os valores da organização e por que eles são importantes?

Os valores da organização podem fornecer um direcionamento aos funcionários e uma razão para acreditar aos clientes. Descubra como desenvolver e transmitir os valores da organização.

Cultura | 8 minutos de leitura

Os quatro tipos de cultura da organização: qual é o melhor para os negócios?

Sua identidade comercial é uma combinação única de culturas da organização. Veja como identificá-las e tirar proveito dos seus pontos fortes.