Os quatro benefícios do trabalho móvel

Permitir que os funcionários trabalhem remotamente, em casa ou onde quer que estejam, traz vantagens para as pessoas e as organizações. Embora existam muitos benefícios do trabalho móvel, nos concentramos nos quatro principais.

TRABALHO REMOTO | 3 MINUTOS DE LEITURA
Mobile working - Workplace from Meta
O que é o trabalho em dispositivos móveis?

O que é o trabalho em dispositivos móveis?

O trabalho móvel, seja em casa, em uma cafeteria ou na praia, estava se tornando cada vez mais popular entre os funcionários bem antes da pandemia.

Com o avanço da tecnologia portátil e das plataformas digitais para auxiliar a colaboração, a força de trabalho móvel continuou crescendo. Cerca de 43% dos estadunidenses afirmam trabalhar remotamente em tempo integral ou parcial desde 2017.

Com os lockdowns globais, também veio uma percepção para os líderes empresariais.

Eles viram, em um experimento em tempo real sem precedentes, que o trabalho remoto poderia funcionar em escala. Agora, à medida que as organizações encaram os modelos de trabalho remoto como parte de um retorno mais amplo ao escritório, parece claro que a força de trabalho móvel veio para ficar. Mas como mantê-la engajada? Como mantê-la conectada?

Veja quatro motivos pelos quais o trabalho móvel é benéfico, não apenas para os funcionários, mas também para as empresas.

Descomplique o trabalho com o Workplace

O Workplace é capaz de simplificar o trabalho, seja para informar a todos sobre o retorno ao trabalho presencial ou para a adoção de um modelo híbrido.

Os benefícios da força de trabalho móvel

Os benefícios da força de trabalho móvel

1. Uma força de trabalho móvel mantém os custos baixos

Todas as empresas, principalmente pequenas empresas e startups, precisam tentar manter as despesas a um mínimo. Contudo, contratar funcionários o suficiente para lidar com a crescente demanda significa criar mais espaço de trabalho. Por sua vez, isso custa mais dinheiro, o que representa um dilema para empresas em expansão.

Além disso, bem como as despesas, há tempo e distração envolvidos quando se diz respeito a encontrar e se instalar em novas premissas.

Incentivar os funcionários a trabalhar remotamente um ou dois dias por semana pode economizar em alguns desses custos. Também pode reduzir contas, pois menos pessoas usarão os utilitários do local de trabalho.

2. Um trabalho flexível aumenta o engajamento dos funcionários

Pesquisas mostram que ter a liberdade e a flexibilidade de trabalhar remotamente impulsiona o engajamento dos funcionários. Isso pode refletir rapidamente na produtividade de uma empresa.

E não é surpresa que os funcionários valorizem essa opção. "Trabalhar em qualquer lugar" usando tecnologia portátil significa que as pessoas podem realizar suas tarefas quando for mais conveniente para elas.

Geralmente, isso permite que elas cortem as viagens de ida e volta para o trabalho, o que significa um início e fim de dia menos estressantes.

3. O trabalho móvel pode impulsionar o recrutamento

De acordo com uma pesquisa realizada pela Powwownow1, 70% dos funcionários sentem que a oferta de um trabalho mais flexível torna o trabalho mais atrativo para eles.

Do ponto de vista de uma organização, permitir o trabalho móvel significa ter uma opção muito mais ampla de candidatos disponíveis para a vaga de emprego.

A localização deixa de ser uma barreira se as pessoas não precisarem se deslocar até o escritório todos os dias. Além disso, os trabalhos se tornam mais acessíveis para pessoas com deficiência, dando aos empregadores a chance de aproveitar o talento desse grupo.

4. O trabalho móvel pode aumentar a produtividade

Com o trabalho remoto, as pessoas podem usar de forma mais produtiva um tempo que antes era considerado perdido, como o deslocamento para reuniões em uma outra localização. As ferramentas de colaboração, como o Workplace, permitem que as pessoas participem de reuniões, compartilhem ideias e permaneçam conectadas, onde quer que estejam.

Quando os funcionários trabalham remotamente em casa, a produtividade pode ser aumentada ainda mais. Um estudo de Stanford2 descobriu que as pessoas que trabalham em casa voluntariamente são bem menos propensas a terminarem o trabalho mais cedo, começar as tarefas mais tarde, fazer pausas e estender o horário de almoço.

Inclusive, elas tiraram menos tempo de folga durante um período de seis meses. O estudo de Bloom comprova que apenas porque os funcionários estão trabalhando fora do escritório, isso não significa que eles não estão participando.

Na realidade, com cada vez mais empresas se expandindo para diferentes países, ter as ferramentas para colaborar com funcionários fora do local de trabalho é essencial.

[1] Flexible Working in 2017, Powwownow
[2] A 2-Year Stanford Study Shows the Astonishing Productivity Boost of Working From Home, Inc.com
Was this article helpful?
Thanks for your feedback

Publicações recentes

Trabalho remoto | 7 minutos de leitura

Trabalhar remotamente: benefícios e desafios

Mais e mais de nós estão e estarão trabalhando remotamente. Descubra os prós e contras do trabalho remoto e como aproveitá-lo ao máximo.

Trabalho remoto | 8 minutos de leitura

Conectando gerentes da linha de frente

Uma nova pesquisa mostra a importância de conectar os gerentes da linha de frente. Saiba mais nesta página e baixe a nova pesquisa.

Comunicação corporativa | 9 minutos de leitura

Como resolver problemas de comunicação corporativa

Entenda o que é comunicação corporativa! Descubra o que é a comunicação corporativa e como você pode melhorá-la. Confira estas dicas fáceis.